Cairo Salim critica ideologia de gênero nas escolas em Goiás

O deputado estadual Cairo Salim (Pros) usou a tribuna nesta quarta-feira, 14, para criticar o parecer contrário do Conselho Estadual de Educação ao projeto de lei do deputado Henrique César que proíbe a ideologia de gênero nas escolas goianas.

Para o deputado, os argumentos usados pela conselheira Gláucia Maria Teodoro Reis no relatório concluíram que retirar ideologia de gênero da escola está na contramão da história e vai contra o pluralismo de ideias. “Pluralismo de ideias é no conselho, não nas escolas. Rasgo meu mandato, mas não apoio este tipo de conduta, que desrespeita a família goiana e quer ensinar que menino pode ser menina. A conselheira diz que estamos querendo estabelecer censura. Mas criança não tem discernimento”, afirmou o deputado.

O deputado afirmou ainda que professor tem que ensinar apenas matérias como português, matemática e biologia. “Educação sexual quem ensina são os pais. Conselheiros são escolhidos por nós. Por isso temos que tomar muito cuidado”, enfatizou. 

O projeto teve parecer favorável do relator Diego Sorgatto na Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.