Deputado Cairo Salim pede esclarecimento sobre diferença de taxa no pátio do Detran

A diferença do valor cobrado pelo Departamento de Trânsito de Goiás (Detran-GO) entre os carros apreendidos guardados em seu pátio e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) motivou solicitação de esclarecimento por parte do deputado estadual Cairo Salim (Pros) aos órgãos estaduais. Ele apresentou requerimento durante sessão ordinária da última quarta-feira, 20, na Assembleia Legislativa.
Na justificativa apresentada, os donos de veículos apreendidos e guardados no pátio do Detran precisam arcar com taxa de R$ 3,57 por dia, enquanto os automóveis guardados no pátio da SSP têm valor cobrado de R$ 28,07. Os números foram apresentados pelos próprios órgãos.
Ainda na justificativa, Cairo Salim argumenta que o condutor não escolhe para onde o veículo será levado. Segundo o Detran, assim que o pátio do Departamento atinge a lotação máxima, os demais veículos são levados para a SSP. Entretanto, a taxa é paga apenas ao Detran, que libera o veículo.
“Há uma desproporcionalidade na cobrança. Não cabe ao Detran repassar ao contribuinte infrator o ônus de sua incapacidade de prestar, de maneira abrangente, o serviço de guarda dos veículos. Por isso, o órgão precisa equiparar o valor, independentemente do pátio”, disse Cairo Salim.