Previdência e seus desafios

O grande desafio do Brasil, atualmente, é aprovar as reformas necessárias: previdência, tributária, política, penal… Sem essas mudanças, nosso País não sai do buraco em que se encontra. Para isso, o governo Jair Bolsonaro terá que trabalhar muito.
A mais urgente, e a que deve sair primeiro do papel, pois já está no Congresso, é a reforma da Previdência. É notório sua importância, pois sem essa reforma, a União entra em colapso. Hoje, dinheiro destinado para outras áreas, como saúde e educação, vai para o governo pagar os benefícios e tentar conter o gigantesco rombo nas contas.
Não é uma tarefa fácil. Todos os brasileiros, entre ricos e pobres, civis ou militares, terão que abrir mão de algo para garantir que todos recebam o que é de direito e previsto na Constituição. Mulheres terão que trabalhar um pouco mais, militares terão que escolher entre benefícios, possivelmente, e aposentados terão um benefício extra somente de R$ 400, atualmente é um salário-mínimo, só para citar alguns exemplos.
Temos que tomar como exemplo alguns países considerados de primeiro mundo, onde os mais ricos acabam pagando mais. O desequilíbrio que existe hoje, além do excesso de benefícios para uma pessoa, é o grande causador do rombo em nossa Previdência. Tirar o peso dos mais pobres e distribuir entre os mais beneficiados, e acabar com as mordomias, é o ponto crucial que o governo deve analisar e trabalhar para ser feito.
Militares e servidores federais são os mais beneficiados com a Previdência atual. No primeiro caso, há uma gorda pensão vitalícia para filha de militar solteira – pelo menos no papel – e no segundo, servidores do Poder Judiciário recebem muito mais do que o teto do INSS, enquanto o resto da população não tem acesso. Estes casos precisam ser revistos.
Como brasileiro, defendo que todos abracem essa iniciativa, pois só assim vamos ver nosso Brasil crescer. A economia, que gera emprego e renda, só terá força com todas as reformas. Assim pedem os especialistas, os investidores estrangeiros, e a população em geral.