Salim leva CPI da Enel para Aparecida

Aparecida de Goiânia recebeu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura supostas irregularidades no fornecimento de energia em Goiás. O encontro, nesta segunda-feira, dia 17, na Câmara Municipal, contou com 12 vereadores, o vice-prefeito, deputados e população.

Em discurso no plenário, Cairo Salim, relator da CPI, destacou a importância de ouvir aqueles que chamou de “os legítimos representantes do povo”. “Estamos fiscalizando tudo o que a população tem a reivindicar, a fim de pressionar a empresa para que preste um serviço qualidade em Goiás, principalmente, tendo em vista que é, hoje, a pior no ranking, segundo dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Sabemos que empresas existem para ter lucro, mas que ganhe seu lucro com respeito ao cidadão goiano”, enfatizou.

Salim também falou sobre a situação do desemprego no país, que afeta atualmente mais de 14 milhões de brasileiros. “Aparecida, que já foi conhecida como cidade dormitório, hoje é referência na geração de emprego e renda, deixando Goiânia, muitas vezes, para trás, dada à força do seu polo industrial. Os trabalhadores precisam trabalhar e não podem ficar à mercê de uma empresa que não investe adequadamente nos seus serviços. Estamos aqui clamando uma demanda por energia elétrica, como se estivéssemos voltados ao início do século passado”, arrematou.

A CPI da Enel vai ainda para Caldas Novas, no próximo dia 24, e Itumbiara, no dia 28.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.